Sociedade Broteriana
Tertúlias da Sociedade Broteriana: As aventuras de Willkomm, Bicentenário do seu nascimento

Começamos neste mês de setembro as Tertúlias da Sociedade Broteriana.

Estas tertúlias terão uma periodicidade mensal e serão realizadas na última sexta-feira de cada mês às 16:00 (de momento no formato online).

Convidamos-vos a assistir à primeira tertúlia 24 setembro 2021 às 16:00 intitulada ‘As aventuras de Willkomm, Bicentenário do seu nascimento’ pela sócia e Curadora do Herbário da Universidade de Coimbra, Fátima Sales.

O link foi enviado por email.

Poderá ser solicitado para sociedadebroteriana@uc.pt

 

Encontrará mais informações sobre este ciclo na secção dedicada

 

Acção de Divulgação da Plataforma EXPLORATOR

No dia 9 de julho de 2021, às 18h, será dinámizada uma actividade de divulgação da plataforma EXPLORATOR.

EXPLORATOR é o projeto de ciência cidadã do Herbário da Universidade de Coimbra para informatização da maior coleção biológica portuguesa.

A troca eletrónica da grande quantidade de informação contida nos exemplares facilita o acesso à mesma através da internet e acelera a investigação. O Herbário da Universidade de Coimbra uniu-se ao esforço global para a informatização das suas coleções. Constitui uma estrutura de investigação que opera em acesso aberto e o seu Catálogo online tem milhares de consultas mensalmente.

Explorator dispõe de algumas caraterísticas únicas que permitem a integração da colaboração cidadã no Catálogo online do Herbário.

A actividade decorrerá via zoom: https://videoconf-colibri.zoom.us/j/85874371239

 

------------------------------

Outros recursos:

A gravação da sessão pode ser vista aqui:

 

Concerto de António Silva e Nuno Castelhano

6 DE MARÇO DE 2021 | 16:30

A Sociedade Broteriana foi parceira desta actividade musical, que decorreu no âmbito da XXIII Semana Cultural da Universidade de Coimbra.

António Silva e Nuno Castelhano em concerto cantam histórias que retratam a complexidade das relações humanas.
A língua portuguesa é o veículo para retratar os sentimentos do amor e do desencanto, em temas sobre a personalidade individual e os desafios da vida em sociedade. As músicas expressas em estilo pop/rock, misturado com elementos do jazz e da world music, resultam em sonoridades diferentes do habitual.

Expedição botânica | 4 de julho de 2018

Esta Expedição Botânica enquadra-se nas actividades de Comemoração do centenário da jubilação do Prof Júlio Henriques.

Júlio Henriques organizou numerosas expedições botânicas, indispensáveis ao conhecimento da flora do país. Convicto do inegável interesse e importância da tarefa, enfrentou, tenazmente, as muitas dificuldades: “Não deixarei de repetir aqui o que por vezes tenho dicto com relação as dificuldades que encontro para herborizar no paiz. Não há verba especial para tal fim. Poucos paizes haverá onde os trabalhos de reconhecimento da flora estejam tão atrazados. Para fazer algum serviço n’este sentido é indispensável fazer toda a despeza a custa da dotação do Jardim Botanico, dotação já bem limitada” (Relatório de Professor, Anuário da Universidade de Coimbra, 1883).

O conhecimento científico da flora de uma região implica a colheita de exemplares das espécies vegetais e a sua preservação numa colecção biológica – num herbário, neste caso. Só assim poderão ser estudados por muitos outros cientistas e verificada a sua identificação. São registos que perduram no tempo, mesmo quando as áreas de estudo são drasticamente modificadas por actividades antropogénicas como urbanização, agricultura, silvicultura, guerras, entre outras.

Com esta expedição botânica, propomos-lhe conhecer um pouco melhor a flora espontânea da zona de Coimbra. A sua grande diversidade vegetal tem vindo a ser representada no Herbário da Universidade de Coimbra desde o tempo de Júlio Henriques. Desde essa altura, a cidade cresceu e infiltrou-se na vegetação, criando um reticulado de grande importância ecológica. Importa, por isso, conhecer e preservar estas relíquias peri-urbanas.

Os exemplares colhidos durante esta expedição serão preparados pela equipa do Herbário, e aí  depositados com etiquetas indicativas da efeméride.

Informações importantes:

Local: Zona peri-urbana de Coimbra.

Inscrições : 25 vagas (até dia 2 de Julho) AQUI.

Custo da inscrição: Pagamento no próprio dia -  5€/adulto (inscritos recebem publicação sobre colheita de material).

Local de encontro: Edifício de S. Bento (junto aos Arcos do Jardim), às 9h30.

Deslocação para o local de colheita: em viaturas próprias, mas a organização assegura transporte a quem não possuir viatura própria. 

É necessário levar farnel.

Regresso às 16h00.

 

Saída de campo a Vale do Poio

No dia 4 de Junho de 2016 decorreu uma saída de campo a Vale do Poio (Redinha, Pombal). O ponto de encontro foi junto à capela da aldeia dos Poios, onde teve inicio o passeio a pé.

A Maria Flor e o Pedro foram os participantes mais jovens e entusiastas! Dia agradável, com temperatura amena, proporcionou excelente convívio e conhecimento da flora das zonas calcárias.

Numerosas fotografias da autoria de vários sócios em https://goo.gl/photos/BesDeg6yoDmCmiLB7